24 de Maio de 2018 às 18:32

Trabalhadores do SESI-SENAI-IEL de Campo Grande dizem NÃO à proposta patronal

A categoria do SESI-SENAI-IEL rejeitou, por unanimidade, o percentual de 1,82% de reajuste salarial proposto pelos representantes patronais. Em assembleia Geral Extraordinária, realizada no dia 24/05, na sede do SENALBA-MS, o trabalhadores demonstraram indignação e consideraram a proposta rebaixada.

Além das cláusulas financeiras, os trabalhadores apontaram retrocessos dos empregadores, que: apresentaram propostas na primeira rodada e as retiraram na segunda mesa; negaram-se em aplicar o reajuste nos valores concedidos pelos benefícios como seguro de vida, auxílio creche e demais auxílios, além disso, tentam alterar os critérios para pagamento das diárias aos trabalhadores.

A categoria destacou a importância da valorização profissional e do respeito. “Os trabalhadores cobram seriedade. Por isso, estão mobilizados e esperam que as entidades patronais mudem a postura, com flexibilidade para negociar as reivindicações apresentadas. Não estão descartadas mobilizações em busca de melhorias nas negociações”, explica presidente Maria Joana Barreto Pereira.

                                                           

Além da capital, o sindicato realizará Assembleia nos municípios do interior. “Apresentaremos os resultados e colocaremos em votação a proposta patronal, por fim somaremos os votos que definirão pela aceitação ou rejeição da proposta”, enfatiza Maria Joana.

Fonte: SENALBA-MS