Capa » Notícias Gerais

5 de Junho de 2009 às 07:30

Dia do Meio Ambiente terá entrega de mudas e teatro

O dia começa com entrega de mudas em diferentes pontos de Campo Grande. No Dia Mundial do Meio Ambiente, a ação já virou moda.

Na cidade, que pouco a pouco perde a arborização para grandes empreendimentos, o ato simbólico tem a função de alertar para que Campo Grande não perca o que já virou marca.

“Somos a cidade mais arborizada do País. Pelo menos eu acho”, diz a professora Solange Furlan.
Não é bem assim, com 0,8 árvore e 94 metros quadrados de matas por habitante, em 2008 Goiânia (GO) foi destaque como a cidade com maior área urbana verde do País.

De volta a Campo Grande, hoje quem quiser colaborar com a qualidade do ar, a beleza e a sombra na cidade, pode pegar mudas em blitze ecológicas realizada pelo Tribunal de Contas do Estado, a partir das 15 horas, e pelo MPE (Ministério Público Estadual), que começam às 9h.

Os pontos de distribuição serão na Rua da Paz com a 25 de Dezembro,
na esquina da Ceará com a Avenida Mato Grosso, e próximo à rotatória do Parque dos Poderes.

Também serão entregues 500 lixeiras de automóveis para os motoristas, ação contra outro problema, o consumo abusivo, que gera lixo demais e coloca e expõe deficiências da Capital, como baixo índice de reciclagem.

Em março, a Justiça deu prazo de 6 meses para que a prefeitura desative o lixão de Campo Grande. Também determinou que nesse tempo deve ser feita a recuperação da área e estabelecido procedimento para destinação adequada aos resíduos sólidos, o que depende da construção do aterro sanitário, paralisadas por falta de recursos. A prefeitura já garantiu que convênio com a Funasa irá terminar a obra.

As crianças são público especial neste dia. A Polícia Militar Ambiental inaugura o Espaço da Consciência Ambiental, no quartel localizado no Parque dos Poderes, onde foi instalada oficinas de reciclagem de papel e teatro de fantoches.

Os alunos da escola particular CNEC sai à rua hoje, na Afonso Pena vão tentar sensibilizar motoristas sobre o uso racional da água.

N aponta da língua, as crianças tem informações do tipo. "Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), cada pessoa necessita de cerca de 110 litros de água por dia para atender suas necessidades de consumo e higiene, sendo que no Brasil esse consumo quase dobra: 200 litros por pessoa".

Elas também devem falar, a partir das 16h30, sobre o problema dos córregos na Capital. Nomes de ruas, regiões e de parques da cidade, o Prosa, o Segredo, O Anhanduí, o Botas, Lageado, Vendas, e tantos outros, perdem a cada dia a vegetação e ganham dejetos jogados, principalmente, pela comunidade e empresas que se instalaram ao longo dos córregos.

Já a empresa Águas Guariroba participa da I Mostra de Soluções Sustentáveis, promovida pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), apresentando a peça teatral “Guaribinha e Sua Turma”, criada para conscientizar crianças e adultos sobre a importância do esgoto tratado e do uso racional da água.

A mostra termina hoje, no Armazém Cultural da antiga Estação Ferroviária.


 

Fonte: Ângela Kempfer - Campo Grande News 05/06/09


K Outras notícias