Capa » Notícias Gerais

2 de Outubro de 2020 às 10:26

Ao entregar cartas de oposição, você sai enfraquecido!

Os impactos dos problemas que recaem sobre o país, refletem-se diretamente sobre os trabalhadores. Prova disso, foram as alternativas adotadas em período de pandemia. Mas, não é de hoje que são penalizados,  desde a Reforma trabalhista, seguida da reforma da previdência, os tempos têm sido difíceis.

Se hoje, os trabalhadores ainda contam com direitos, principalmente os estabelecidos em Convenção e Acordos Coletivos, é graças à luta e defesa do SENALBA-MS. Sem o sindicato, as entidades patronais se agigantariam e ferozmente derrubariam todos os benefícios, sem dó, nem piedade dos seus ‘colaboradoes’.

Se o SENALBA-MS não existisse, imagine como seria negociar o instrumento normativo diretamente com o seu patrão, na certa haveria coação para que assinasse o que foi determinado pela chefia. Pense no aumento do assédio moral, sem ter a quem recorrer. Imagine ser um trabalhador sem qualquer possibilidade reivindicar seu direito. Pense em como seria perder seu plano de saúde e demais benefícios. É muito sério!

Hoje, você tem um sindicato sério, que te representa firmemente nas mesas, que diz não aos desmandos que poderiam prejudicar os direitos trabalhistas, o SENALBA-MS está preparado para dialogar, ser a sua voz, com seus patrões em benefício das suas necessidades trabalhistas.

Cartas Contribuição Negocial

Desde 2017, a Contribuição sindical deixou de ser obrigatória, mas isso não impediu que o SENALBA-MS continuasse lutando.  No entanto, para manter a estrutura da casa do trabalhador (sede do sindicato), gastos em períodos de negociação salarial (divulgação, assessoria jurídica, materiais de escritórios, viagens para atender os trabalhadores do interior) são necessários recursos financeiros.

O trabalhador consciente sabe que a contribuição de uma única parcela, será benéfica para ele e toda sua categoria. Já o trabalhador leigo sobre esta questão, pode colocar todos os seus direitos em risco, porque ao se voltar contra o seu sindicato, está prejudicando tudo o que foi conquistado e, ainda pior, contribuindo para voracidade do mercado financeiro, deixando os trabalhadores à mercê de todas as vontades das entidades patronais.

Trabalhadores x retrocessos

 

Em 2020, lamentavelmente centenas foram leigo, escreveram as cartas renunciando a alternativa para somar com o SENALBA-MS (Foto), correndo o risco de fechar o seu sindicato. Mas, a diretoria continua seu trabalho e tem a convicção de que esse cenário irá mudar. “É preciso mudar o pensamento, enxergar que o sindicato está aqui ao lado dos trabalhadores, para juntos buscarmos os melhor para a categoria. Estamos aqui, trabalhando sempre em prol dos direitos, somos a voz de cada profissional. Se o trabalhador teve tempo de deslocar e vir entregar a carta pessoalmente, tem possibilidades de visitar o sindicato e participar de nossas ações”, destaca a presidente Maria Joana Barreto.

"Ao entregar as cartas, centenas de trabalhadores enfraquecem a si mesmos e aos colegas de trabalho", destaca a presidente.

Como ajudar o SENALBA-MS se fortalecer para te defender?

Filiando-se, contribuindo com uma única parcela da contribuição negocial, após firmados os instrumentos coletivo, propagando o nome do seu sindicato entre os colegas de trabalho, apresentando demandas e participando das ações do sindicato.

Fonte: SENALBA-MS

D Arquivos para baixar


K Outras notícias